builderall

Junho Verde o ms da conscientizao sobre a escoliose idioptica

 

27 de junho o Dia Internacional da Conscientizao sobre a Escoliose Idioptica, uma patologia que acomete entre 2 e 4% da populao mundial, segundo a Organizao Mundial da Sade.

 

Mas o que escoliose?

 

A escoliose no consiste em uma doena, mas sim em uma alterao para alguns dos lados da curvatura natural da coluna vertebral. uma deformidade em curva da coluna vertebral, podendo ou no ser acompanhada de rotao das vrtebras.

 

Vista de frente, a coluna vertebral parece reta, porm, quando observada de lado, tem curvaturas fisiolgicas na regio do pescoo (lordose cervical), do trax (cifose torcica), da cintura (lordose lombar) e da pelve (cifose sacrococcgea), cujo formato lembra a letra ?S?. Essas curvaturas so consideradas normais, pois resultam da adaptao natural do corpo humano a posies adotadas nas diferentes fases do desenvolvimento motor, incluindo o perodo embrionrio e o nascimento.

 

Segundo o professor Diego Galace ?A escoliose uma alterao tridimensional da coluna vertebral que pode levar sua variao angular trazendo algumas disfunes desde estticas, cardiorrespiratrias, at mesmo musculoesquelticas. Por isso muito importante o paciente passar por uma abordagem com a inteno no de trazer o realinhamento, mas sim evitar que aumente a progresso dessa curvatura.?

 

Existem vrios tipos de escoliose, sendo 3 as principais:

? Escoliose congnita (de nascena)

? Escoliose Neuromuscular

? Escoliose idioptica

 

A escoliose congnita causada pela m formao da estrutura vertebral decorrente de um problema com a formao dos ossos da coluna vertebral (vrtebras) ou de um problema de fuso dos ossos da coluna.

 

A escoliose neuromuscular causada por doenas ou distrbios que acometem o sistema nervoso central, os nervos e os msculos como paralisia cerebral ou muscular, sequela de doenas neurolgicas (como a poliomielite) e distrofia muscular. Geralmente, a escoliose do tipo neuromuscular apresenta uma longa curva em forma de um ?C?.

 

J a escoliose idioptica tem este nome por no possuir causa conhecida, ou seja, no possvel determinar a origem do desvio da coluna. Ela a mais agressiva quando no monitorada e tratada e por isso justifica-se a necessidade da conscientizao a respeito. A escoliose idioptica apresenta causas multifatoriais e dificilmente identificadas, manifesta-se tambm na infncia durante os estires de crescimento e muito mais agressiva ao corpo devido ao grau de deformidade gerado nas curvas da coluna. Apresenta complicaes adicionais geradas pelas alteraes mecnicas da escoliose, dentre elas as mais preocupantes so limitao da capacidade funcional para o trabalho e exerccios, sobrecargas articulares excessivas, o que leva a dor, a degeneraes articulares precoces e a complicaes respiratrias.

 

muito importante que o tratamento para a escoliose idioptica seja iniciado o quanto antes para impedir a progresso das alteraes estruturais, controlar a dor e possveis alteraes respiratrias. E, nos casos mais avanados, em que as curvaturas so muito acentuadas, pode ser necessria interveno cirrgica.

 

Sintomas de escoliose

 

Os primeiros sintomas costumam aparecer j na infncia, quando os msculos e ossos aumentam seu tamanho e o crebro precisa se adaptar a essas mudanas. Porm difcil que um olhar leigo note a curvatura nos estgios iniciais. Mas possvel perceber observando sintomas como:

? Ombros ou quadris parecem assimtricos;

? Coluna vertebral encurvada anormalmente para um dos lados;

? Sensao de desconforto muscular

Geralmente a escoliose na infncia no causa dor. Se a criana sentir desconfortos associados dores, necessria uma avaliao mdica criteriosa para verificar a existncia de outras doenas mais graves.

 

Tratamento

Nos casos onde a curvatura tem at 20 graus, a anlise feita por meio de radiografias. Para curvaturas entre 20 e 40 graus, necessrio utilizar coletes ortopdicos para atuar na correo e na postura. J nos casos acima de 40 graus, so indicadas abordagens cirrgicas. 


importante saber que a maioria dos casos no necessita de cirurgia para solucionar o problema, pois a maioria pode ser tratada um programa de correo postural e mudana de hbitos posturais e atividades fsicas.


O tratamento da escoliose longo e necessita de reavaliaes constantes, mas relativamente simples e apresenta a bons resultados quando a disfuno identificada na infncia. 


O professor Diego refora: ?Atualmente, dependendo da curvatura, desde que no seja maior que 40 graus e no tenha chance de progresso, a fisioterapia tem se mostrado uma forte abordagem em prol do atendimento dos pacientes, conseguindo evitar que haja progresso da curvatura e tambm a piora da parte cardiorrespiratria, musculoesqueltica e esttica do paciente.?

 

O ms de junho foi escolhido para conscientizar sobre a importncia de uma avaliao j na infncia para que as possibilidades de xito nos tratamentos sejam cada vez maiores.